Músico Abel Capella transformou seus “Dias de Solidão” em músicas

Músico Abel Capella

O Músico Abel Capella conhecido cantor e compositor de Palmas (TO). Transformou os seus “dias de solidão” em um “EP” que contem 3 faixas. Cada música é um convite para uma viagem interna com reflexões bem lúcidas.

De fato, conhecendo um pouco da história do Albel Capella, nota-se que o EP “Dias de Solidão” registra bem sua maturidade e evolução como músico e artista.

Afinal, falamos de um músico com mais de 10 anos de estrada. Além disso, já dividiu palco com grades nomes do rock e MPB. Com tudo isso, Abel aprendeu muito e conseguiu sintetizar o melhor de toda sua experiência como músico neste EP.

Músico Abel Capella: O diferencial do EP “Dias de Solidão”

Certamente, criar conexão com o público por meio da música é um grande desafio para músicos. Ainda mais, quando se escreve músicas para “desabafar” e lançar suas opiniões para o mundo.

Mas, este EP é muito diferente! É incrivelmente envolvente. O que já contrasta com seu título “Dia de Solidão”. Então, se engana quem espera tristeza e melancolia.

De cara, nos primeiros segundos do EP Abel já deixa claro isso: “Faz algum tempo, decidi não lamentar”.

O Músico Albel Capella, compôs sobre suas experiências. Porém, para pessoas e sobre as pessoas que estão vibrando na mesma freqüência que ele nestes “dias de solidão”.

Este é o grande diferencial deste EP.

Experiência Sonora

Imediatamente, na primeira música você será levado para os anos 80. O conjunto da obra (as 3 músicas) nos da um sentimento nostálgico e até familiar. Pois tem como referências aquelas músicas nacionais gostosas de ouvir em um fim de tarde bonito.

Raramente, encontramos novas sonoridades assim. Então, digamos que nos causa uma “nostalgia moderna”. Pois pela sofisticação técnica, nota-se que é uma obra atual.

A sonoridade em si explora bastante os sons orgânicos dos instrumentos.

Alguns deles são predominantes em todo o EP “Dias de Solidão”. Por exemplo, violão, teclado e guitarra com solos com aquela “distorção crua” como é popularmente conhecida.

Dando uma pitada de modernização, temos sutis sintetizadores, na medida certa.

Mensagem das músicas

Cada música é um convite para uma reflexão. Porém, cada música tem uma mensagem bem definida. Por exemplo, superação pessoal e emocional, amor e evolução espiritual são alguns, dos temas abordados nas musicas.

Porém, alguns destes temas, podem ser passados despercebidos, devido à sutileza como o músico Abel Capella adicionou as referências nas composições.

Certamente, para deixar aberto para diversas interpretações. Afinal, a profundidade das composições deste EP “Dias de Solidão” podem ser interpretadas de modos diferentes.

Pois, vai depender da bagagem cultural de quem está ouvindo e do seu estado de espírito.

Pra quem é o EP “Dias e Solidão”?

Para você! Que curte rock (nacional e internacional) e MPB . Além disso, que gosta de músicas que zelam por conteúdo, uma poesia bem feita e mensagem relevante, bem definida.

Então, se está ai reclamando e dizendo a clássica frase: “não se faz mais músicas como antigamente”. Está aqui! Um trabalho que irá te surpreender positivamente.

Afinal, são músicas com todos os elementos de antigamente, desde as melodias até as texturas sonoras. Mas, com temas atuais e propostas modernas na sonoridade, e na medida certa, para não perder a identidade sonora.

Se identificou? Então, é para você o EP “Dias de Solidão” e toda a obra do músico Abel Capella.

Considerações Finais

Certamente, é muito importante o trabalho do músico Abel Capella. Que é muito mais que um músico, é também um artista. Que sabe entender e equalizar o sentimento do seu público.

De fato, Abel nos conta os seus “dias de solidão” neste EP. Porém, “a isca” que nos fisga e nos conecta com as músicas, não são os “pensamentos intimistas de um músico”. Mas sim, a sua visão de mundo e como ele nos apresenta isso nas três músicas.

São músicas, que abrem a mente para diversos temas e assuntos. Além, de uma viagem interior empolgante, caso você se permitir isso.

Então, considerações finais! Procure um lugar confortável, ajuste um bom fone de ouvido e sinta esta experiência sonora, que o músico Abel Capella nos presenteou.

Siga o Abel Capella no Instagram: CLIQUE AQUI

Deixe seu comentário