Banda Estado Zero: “Experimente um mergulho em direção a si”

Banda Estado Zero

Banda Estado Zero

A banda Estado Zero surgiu em 2018 na cidade de São Paulo. Esta é uma banda composta por músicos já conhecidos na cena do rock da selva de pedra.

Mesmo com pouco tempo de estrada, a Estado Zero apresenta um conceito muito sólido e bem definido. Após algumas trocas de integrantes, a banda se consolidou, e vem apresentando um belo material.

O quarteto é formado por Bruno Santos no Vocal, destruindo nos guturais assombrosos. Thiago Castro na guitarra, responsável pelos riffs que ficam na mente. Guilherme Figueiredo na bateria, fazendo o fone de ouvido tremer com pancadas agressivas. E reforçando todo este peso, San no baixo, adicionando aquele grave sem miséria.

O quarteto lançou um material em fevereiro deste ano de 2020. Certamente, assim como todos nós, eles não contavam com a Pandemia. Mas isso não parou os caras, que estão peitando a situação em grande estilo e seguindo seus sonhos.

Banda Estado Zero

Embora a Estado Zero, seja formada por músicos conhecidos por outros projetos na cena do rock, ela não é apenas uma fusão de bandas. Mas sim, um projeto único, com conceito e identidade bem definida.

O nome da banda diz muito sobre isso. Pois se refere a um “ponto zero” onde se está com total consciência e harmonia com o seu interior.

Este nome surgiu em uma conversa de bar entre o Guilherme (batera) e o Bruno (vocal). Pois ambos conversavam sobre um livro que aborda esta reflexão de “Ponto Zero”, estar 100% focado e no controle de alguma coisa.

Então este é o conceito da banda Estado Zero. Por meio da música, criar uma conexão e união. Sempre com foco na evolução, por meio do autoconhecimento, mesmo se criticas e desafios forem necessários para tal.

Sonoridade do quarteto

Pesado define bem o som dos caras. Sem dúvidas, as linhas de baixo chamam bastante a atenção, pois reforçam bem BANDA-ESTADO-ZERO-02os ataques da bateria e os riffs.

Além disso, o Bruno é um cara que trabalha bem várias técnicas vocais. Com certeza é um grande vocalista, nas músicas, ele vai dos guturais mais graves até notas longas em “suaves” agudos.

De fato, a banda Estado Zero tem uma versatilidade sonora muito interessante. O que é um excelente diferencial hoje em dia. Onde uma banda precisa se reinventar constantemente para se destacar, e não ficar produzindo mais do mesmo.

Se você ouvir o material da banda em ordem cronológica, vai perceber esta versatilidade e evolução sonora.

Mensagem das músicas

Então agora vamos à união de tudo isso que viu até aqui. Ciente do significado do nome da banda saiba que: Propósito, equilíbrio e conexão são alguns dos valores, da banda Estado Zero.

Sendo assim, estes valores pautam as composições das músicas. Isso é perceptível nos nomes dos singles: “Empatia”, “Causa e Efeito”, “Existência” e “Conexão”.

Porém, o modo como a banda passa a mensagem não é tão “romântico” assim. Muito pelo contrário, é aquela famosa verdade nua e crua, sem massagem. Sabe quando você termina de ouvir uma música, e ai fica uns minutos parado, processando a mensagem.

Pois é, o som dos caras causa este impacto.

Explorando alternativas do rock/metal alternativo

A banda Estado Zero faz parte de uma cena, que vem explorando muito bem as alternativas dentro do rock.

BANDA-ESTADO-ZERO-03Certamente os primeiros singles são os mais agressivos. Porém, as músicas atuais estão mais modernas, ainda agressivas, mas de um modo diferente.

O último single “Empatia” a banda explora uma sonoridade mais moderna, buscando um equilíbrio entre o som orgânico e o eletrônico. Então, é possível perceber a versatilidade sonora da banda, e o que podemos esperar no “EP” que está por vir.

Além disso, vale lembrar que são justamente destas “junções” de referencias, que consiste o rock alternativo.

No todo, o som do quarteto não é predominantemente “metal”. De fato, alguns elementos do mesmo se destacam. Mas, a banda passeia pelo grunge, progressivo, e até por um metal core mais atual.

Sendo assim, rock alternativo define bem a sonoridade dos caras.

Clipe “Conexão”

O clipe da música “Conexão” expressa muito bem à identidade da banda Estado Zero.

Primeiro pela mensagem da música, que vai de encontro com o conceito da banda. A ideia do “Ponto Zero” como dito no inicio, autoconhecimento/controle. Logo no início a música já faz um convite: “Experimente um mergulho em direção a si”.

banda-estado-zero-brunoEste mergulho é representado no clipe pelo Bruno (vocal), praticamente “surtando” em um quarto, rasgando papeis (ideias) e jogando na parede. Com uma iluminação avermelhada, cor que também representa raiva, agressividade.

Também vale destacar, a quantidade focos seletivos e transições de cortes precisas, que dialogam com cada instrumento e no ritmo da música.

Por fim, uma observação de “sacada” do roteiro. Durante 3min não é possível ver os rostos dos músicos, somente os instrumentos. O que cria uma curiosidade e expectativa de conhecer a banda, e ao mesmo tempo destaca o que é mais importante, a música.

Parabéns! Ao Fábio Gusmão, que filmou fez a direção e finalização (Monstro rsrs). E a própria banda, que fez a parte de produção e roteiro, junto com a Lucy Campos (Musicista, Baixista, Prof. De Canto) e conhecida pelo projeto RockeandoOficial.

Considerações Finais

A banda Estado Zero está chegando com vontade, ousadia e conceito muito bem definido.

Certamente é formada por músicos experientes e com visão. Ou seja, sabem o que estão fazendo e o que querem fazer. O quarteto conseguiu apresentar bem a sua proposta sonora, com tudo que foi lançado até o mesmo.

Por fim, o clipe “Conexão” é uma concretização de tudo isso. É possível sentir a energia dos músicos em ação. Prova disso, é o feedback da galera nos comentários do clipe, que já passou dos 4 dígitos de visualizações.

Sem duvidas! Esta é uma banda com muito potencial e seguimos no aguardo dos próximos lançamentos.

Conheçam o material da banda e deixem seus comentários por lá.

CONFIRA O CLIPE – CLIQUE AQUI AMIGÃO!

banda-Estado-Zero-clipe (2)

Spotify

Opa! Curtiu? Confira esta banda também clique aqui.

 

Deixe seu comentário