Banda Gallena: Conheça o Futuro do Rock Nacional

banda-gallena

banda gallena

Neste artigo, vamos apresentar a banda Gallena, de Brasília. Certamente, lá foi o berço de muitas bandas de rock do passado. Além disso, pode ser que seja o berço das do futuro também.

Muito se fala sobre “o retorno do rock”, mas pouco se fala sobre o futuro. Então enquanto alguns tentam repetir um passado, outros lutam para construir algo novo. De fato esta é a proposta da banda Gallena, que tem conceito e sonoridade visionária.

Assim como esta, muitas bandas de rock têm modernizado o estilo. Algumas em gêneros específicos, outras optam por misturar, mas no final o rock predomina.

Sendo assim, eu convido você amigão! A conhecer o novo, o futuro. Permita-se conhecer o diferente, expandir sua bagagem cultural e assim ampliar suas referências. Tem muitas bandas legais neste universo que é a internet, com sonoridades e mensagens incríveis.

Então dada à introdução, é com muita alegria que apresentamos parte do novo rock.

Banda Gallena – O Começo

Fernando Lima

A banda criada na capital do Brasil é um duo (dois músicos). Pois inicialmente era apenas uma ideia de um projeto solo, idealizado em 2014. Porém, a brincadeira foi ficando séria e tomando cada vez mais forma.

Após algum tempo de estrada a ideia se consolidou, e em 2019 oficialmente surgiu à banda Gallena. Formada por Fernando Lima na voz e guitarra e Thiago Antunes na bateria.

O nome da banda vem do mineral galena, famoso pela sua capacidade de recepção de ondas de rádio, o que facilitava a confecção do aparelho conhecido como “rádio de galena”.  Ela é um semicondutor natural e foi precursora dos transmissores usados nos equipamentos eletrônicos.

Thiago Antunes

A galena também é conhecida como a pedra da harmonia, pois promove o equilíbrio e, além disso, é uma pedra de transformação, que ajuda a encarar e superar medos.

Sonoridade e o novo rock

A banda Gallena tem uma proposta de rock diferenciada e alternativa. Pois mistura pop, rock clássico e até mesmo musica eletrônica. De fato falando assim parece confuso, e até difícil de imaginar, mas a dupla conseguiu criar uma unidade sonora.

Então, guitarra distorcida com muitos efeitos e uma bateria veloz, com bastante viradas, compõem o som da dupla. Além disso, sintetizadores, samples e loops infinitos estão bem presentes também.

Muitos destes elementos eram utilizados no rock dos anos 80. De certa forma, a banda expressa suas referencias com isso, fazendo algo atual e moderno. Bem como era considerada a sonoridade daquela época. Sem dúvidas, a banda encontrou um belíssimo ponto de equilíbrio entre o orgânico (som dos instrumentos) e os efeitos eletrônicos.

Além disso, uniram o passado, elementos do presente para apostar no futuro.

Mensagem das músicas – Protesto além da política

Certamente a mensagem das músicas é tão visionária quanto a sonoridade. A banda Gallena aborda temas atuais, que pautam a prosa nas mídias digitais e são manchetes das tradicionais.

Um diferencial, é que a banda aborda temas relevantes além da política em si. Pois enquanto se discutem certo e errado este lado ou aquele, muitas coisas acontecem. Como os danos irreversíveis a nossa fauna e flora nacional, que representa o verde da nossa bandeira, cor predominante por sinal.

Além disso, o próprio comportamento social, curioso e destrutivo, inspira algumas músicas. Que tem títulos bem provocativos: “Meu Pior Lado”, “Mitomania” e “Geração Conforto” são alguns exemplos.

Banda Gallena – A Estrada Até Aqui

Então vamos falar da estrada até aqui. Em 2019 o duo lançou seu primeiro EP intitulado “Soma, Pt. 1”. Aqui, eles já conseguem expressar muito bem sua identidade visual e sonora, nas 4 musicas que compões o EP.

Destas músicas, a banda escolheu uma para fazer um clipe, que foi a “Geração Conforto”. O clipe foi lançado em julho de 2019.

O ano de 2020 chegou, e com ele a Pandemia que parou a indústria musical. Porém, isso não parou o processo criativo da Gallena, que lançaram 2 singles com vídeo clipes. Um se chama “Como se comportar” e o outro, “Primeiros Passos” que tem participação do rapper Israel Paixão.

E mais recentemente, o duo surpreendeu todos os fãs com mais um sigle, acompanhado de um lyric vídeo. A música se chama “Mariana” e o lyric vídeo emociona, arrepia e com certeza impacta.

Mariana

No dia 5 de Novembro de 2015, a barragem de Fundão da mineradora Samarco, controlada pela Vale e pela BHP Billiton rompeu-se. A enxurrada de lama devastou o distrito de Bento Rodrigues, localizado no município de Marina em Minas Gerais.

Além das vitimas deste acidente, o mesmo também trouxe danos irreparáveis. E outros que podem demorar décadas para serem recuperados.

Veja alguns números, segundo o governo federal o acidente afetou:

668 km de rios e córregos;

1469 hectares de vegetação;

207 das 251 edificações de Bento Rodrigues;

600 famílias, as quais ficaram desabrigadas.

Então dada à introdução, é sobre este passado, os dados do presente e a dúvida do futuro, que banda Gallena aborda na música Mariana.

Considerações finais

O rock é o estilo que representa atitude, rebeldia consciente e resistência. Porém, este posicionamento não foi construído apenas por sons de instrumentos. Ou então, pela estética visual dos que se identificam com o estilo.

O posicionamento do rock foi construído principalmente pela mensagem das músicas. Por todo o conteúdo presente nas letras, poesias e até crônicas.

Então eu concordo plenamente que o velho rock morreu. Exatamente! Ele estará sempre presente, no coração de quem viveu aquela época. Além disso, sempre será referencia para nós, gerações mais atuais.

Então aquela sonoridade de antigamente não vai ressurgir, bem como todo o movimento. Atualmente as causas são outras, as armas são outras. Pode até serem os mesmos problemas de 50 anos atrás, porém, em um cenário completamente diferente.

A banda Gallena é uma, das bandas que entenderam isso. Então ouça o que eles têm dizer, assista os clipes, em especial o último da música Mariana.

Bem vindo ao futuro! Que é agora.

Siga a banda no Spotify

Curtiu? Siga as redes sociais que estão na barra lateral e se liga no som desta banda também clique aqui.

 

Deixe seu comentário