Redes Sociais Para Bandas Independentes

redes sociais para bandas

redes sociais para bandas

Neste artigo vamos falar sobre redes sociais para bandas, quais são as melhores e como conquistar engajamento, publico e utilizá-las de forma estratégica.

De fato, não existe uma única estratégia para redes sociais. Pois tudo depende do público da banda e principalmente do conteúdo produzido (músicas, fotos, textos e vídeos). Então com base nisso, é possível definir a melhor forma de utilizar as redes sociais assertivamente. E não apenas para conseguir atenção, mas também, obter resultados.

É importante ter em mente os números que realmente são importantes nas redes sociais. Pois temos os números de “vaidade” e os números “relevantes”. Os números de vaidade não garantem resultados, já os números relevantes falam por si, e geram mais resultados.

Números de vaidade: Seguidores e curtidas, pode acreditar, estes não são dados tão importantes. No decorrer deste artigo iremos explicar os motivos.

Números relevantes: Comentários, compartilhamentos, salvamentos (Instagram), alcance de publicação entre outros dados relacionados ao público em si.

Redes sociais para bandas: Quais são as melhores 

Considerando o tempo e trabalho que as redes sociais demandam, é importante utilizar somente as mais importantes. Sendo assim, não existe a necessidade de utilizar todas as redes sociais.

Atualmente as mais importantes são: Facebook, Instagram e o YouTube, cada uma destas tem suas peculiaridades.

O Facebook é uma ótima ferramenta para criar relacionamento com o público. Por meio de textos “grandes”, fotos e vídeos. De fato é nele que conversas e debates ocorrem, além do compartilhamento de informações.

Já o Instagram, é uma rede social prioritariamente imagética. Portanto boas fotos devem ser seu conteúdo principal, e os textos, devem apenas dar um contexto a foto. Porém, com um tamanho menor se comparado aos textos do Facebook.

Atualmente o Instagram tem o IGTV que permite vídeos maiores. Também é possível compartilhar vídeos nos stories e no feed (até 1min). Para isso, é importante analisar a resposta do público e o objetivo de cada postagem em vídeo.

O YouTube é simplesmente o 2° maior buscador da internet depois do Google. Além disso, arrisco em dizer que é o primeiro quando falamos de música. Basta pensar o primeiro lugar, que você busca o nome de uma banda legal que conhece.

Construção de público e engajamento 

Estes são os dois objetivos principais, que sua banda deve ter para traças as estratégias de redes sociais.

redes-sociais-under-miusicPara começar defina bem o seu público, idade, região, lugares que frequentam, bandas que curtem. Além disso, pense nos valores deste público, para saber se a mensagem da sua música será relevante para ele. Estes são apenas alguns, dos principais pontos a definir, antes de pularmos para o próximo objetivo.

Assim que definir muito bem o seu público, saberá com quem irá se comunicar. Pois um erro muito comum entre muitas bandas independentes, é tentar falar com o máximo de pessoas, utilizando as redes sociais. Então tenha o seguinte conceito em mente: Quem fala para todo mundo, acaba não falando com ninguém.

Assim que definir o seu público corretamente, você tem todas as ferramentas para engajar com ele. Pois já sabe com quem irá falar e o que dizer. Portanto utilize estas informações para criar conteúdo com base nos gostos, valores e assuntos que sejam do interesse das pessoas.

Com isso, o engajamento será uma questão de tempo, frequência e constância. Ou seja, aguardar os resultados, ter uma frequência de publicações e fazer isso constantemente.

Estratégias para as redes sociais

Falamos no inicio que não existe uma única estratégia para trabalhar com redes sociais. Também falamos um pouco das principais para uma banda, são elas o Facebook, Instagram e YouTube.

Basicamente trabalhar com redes sociais é produzir conteúdo. Sendo assim, a “estratégia” está em produzir conteúdo de qualidade, que seja de interesse do seu publico e que promova o conteúdo e posicionamento da sua banda.

É muito importante que produza conteúdos específicos para cada rede social, basicamente por dois motivos.

Sendo o primeiro, o fato que nem todo mundo estará presente em todas as suas redes sociais. Pois uns preferem o Facebook, outros o Instagram e alguns passam a maior parte do tempo no YouTube.

E o segundo motivo é claro, porém não é óbvio. Se você compartilha o mesmo conteúdo do Instagram no Facebook, como muitos fazem, por qual motivo, seu público deve seguir as duas redes sociais?

Planejamento 

Tenha um calendário editorial, contendo datas e assuntos de postagens para cada rede social. Pode ser no Excell, aplicativos como Evernote ou mesmo em um caderno.

Separe um tempo para planejar o conteúdo das publicações, fotos, vídeos e textos. Para começar, duas postagens por semana no Facebook e no Instagram é uma boa frequência.

redes-sociais-under-miusic-2Para o instagram: Tenha um banco de dados com fotos de shows, da banda reunida e dos integrantes individualmente. Além disso, elabore textos curtos com três ou quatro parágrafos no máximo.

Para o facebook: O planejamento é o mesmo, lembre-se de não compartilhar as mesmas fotos do Instagram. Aqui você consegue criar textos mais longos, com o objetivo de passar informações, criar debates construtivos, com temas que agreguem valor ao posicionamento da sua banda e ao seu público.

Além disso, vídeos exclusivos para o Face e lives tem grande alcance na plataforma. Então invista também nestes dois formatos de conteúdo.

Para o YouTube: Além de webclipes e lyrics vídeos, compartilhar os bastidores da banda é uma ótima opção. Então grave o processo de composição, vídeo aulas ensinando a tocar alguma música e ensaios. Estas são apenas algumas ideias de conteúdo para o canal da sua banda.

Objetivos e Resultados 

Certamente já notou que tem muito trabalho pela frente. Porém qual o objetivo de tanto esforço?

Todas as redes sociais geram relatórios, com dados de suma importância para sua estratégia de comunicação e de conteúdo. Além disso, estes são números que você deve adicionar ao material de divulgação da sua banda, para enviar aos bares e contratantes.

E é exatamente neste momento, que entram os números de vaidade e os relevantes, que falamos no inicio. Pois mais importante que a quantidade de seguidores e curtidas, é o engajamento do seu público.

Sendo assim, mensure os resultados das suas redes sociais e atente-se aos números relevantes. Que são os comentários, compartilhamentos, idade do público, alcance das publicações entre outros números que as redes sociais oferecem.

Números estes relevantes para os contratantes, e para sua banda. Pois ambos, podem transformar estas informações em estratégias e resultados.

Considerações finais

As redes sociais são ferramentas importantíssimas para bandas. Pois utilizando da forma correta, é possível construir seu público, engajar com ele e assim obter ótimos resultados.

Além disso, conseguir shows e abrir portas através de network. Para isso, utilize as informações disponíveis nos relatórios disponibilizados por cada rede social, para agregar valor ao seu trabalho e ao seu portfólio.

Tenha em mente, que os números do Facebook, Instagram e YouTube (principais redes sociais para sua banda) não garantem nada diretamente. Então não crie expectativas de público no show, baseado nestes números.

Pense também, nas possibilidades de parcerias com marcas. Seguidores e curtidas são números de vaidade lembra? Assim que seus números relevantes começarem a aparecer (comentários, compartilhamentos, alcance de publicações) mostre para os possíveis parceiros e contratantes, que sua banda tem engajamento.

Este artigo te ajudou? Foi relevante?

Em breve, teremos artigos aqui sobre cada rede social citada. Então comenta ai a qual delas está com mais dificuldade, ou deseja desenvolver primeiro. Ah! E me siga no Instagram @lucasmenezes.offcial chama lá, me manda o som da sua banda e trocamos uma ideia.

Antes de sair, confira o último artigo sobre esta banda animal

 

 

Deixe seu comentário